O bolsista PICT – Programa de Iniciação Científica Toledo, Pedro Roberto de Andrade Junior é aluno do 7º termo do curso de Engenharia Civil da Toledo Prudente Centro Universitário.
 
No decorrer das pesquisas do grupo de iniciação científica que estuda resíduos resíduos de diversas espécies, em seu novo projeto, Junior verifica a possibilidade de inserção em menor escala da areia para a preparação da argamassa. 
 
“Assim, ao invés de inserirmos areia em sua totalidade na preparação da massa, colocamos resíduos de fresagem asfáltica, substituindo parcialmente um material que é cada vez mais escasso, a areia”, explica o aluno.
 
O professor Elton Prado, que também coordena o grupo de iniciação científica, enfatiza que esse estudo tem objetivos importantes, pois, além de diminuir os custos para o consumidor final, ainda evita maior degradação do meio ambiente, já que o que seria descarte, agora é matéria prima para novos empreendimentos.
 
“Além disso, em nova fase de estudos, estamos verificando a possibilidade da inserção de fibra natural de bambu, que vai oferecer ainda mais resistência, atração e impacto ao objeto de pesquisa”, explica o docente.
 
Se comprovada viabilidade de mercado, o produto de pesquisa final, a argamassa contendo resíduos de fresagem asfástica e fibra natural de bambu poderá ser utilizado para composição de contra pisos, nivelamento ou calçamento de ambientes.