X
 
O conteúdo desse site pode ser acessível em Libras usando o VLibras

4 Anos

Noturno

60 vagas

R$ 761,80

(1º e 2º termo)
* valor referente a 2018

Sobre o curso

Com mais de 30 anos de história e mais de 1300 assistentes sociais formados no curso de Serviço Social da Toledo Prudente Centro Universitário justifica-se diante das inúmeras expressões da questão social presente na região, no Estado e até no país. Essa demanda exige profissionais capazes de planejar, investigar e intervir crítica e ativamente em diversas áreas da sociedade.

Com uma grade curricular atual e antenada às necessidades dos alunos e mercado, o curso de Serviço Social da Toledo Prudente oferece disciplinas como Política Social, Gestão de Pessoas, Classes e Movimentos Sociais, Direito e Legislação Social, Pesquisa e muitas outras.

No entanto, o curso extrapola a sua matriz curricular e investem interdisciplinaridade. Em parceria com os cursos de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia de Produção, Administração, Ciências Contábeis e outros, foi possível promover projetos de extensão que beneficiam a sociedade e garantam experiência profissional aos alunos. Exemplos desses projetos são a criação de um parque acessível para o Núcleo Tterê e a modernização dos espaços da Associação de Cegos de Presidente Prudente.


Em ambos os projetos, os alunos do curso de graduação em Serviço Social atuaram na elaboração de um diagnóstico dos reais necessidade do público assistido.

A estrutura da faculdade de Serviço Social da Toledo Prudente está alicerçada na concepção da profissão, onde a leitura da realidade social se expressa em sua totalidade. Assim sendo, a formação profissional torna-se um processo contínuo.

Os objetivos apresentam relevância à medida que o aluno está inserido na realidade social e compreenda as particularidades e especificidades da profissão na complexidade social. A relação teórico-prática deve ser uma constante na formação profissional do aluno, tendo a dimensão investigativa como instrumento que crie condições de produzir conhecimentos.

Com todos esses investimentos na formação, espera-se um profissional dotado de formação intelectual e cultural generalista, crítica, competente em sua área de desempenho, com capacidade de inserção criativa e propositiva, no conjunto das relações sociais e no mercado de trabalho, bem como compromissado com os valores e princípios norteadores do Código de Ética do Assistente Social.

Mercado de Trabalho

Com mercado de trabalho em ampla expansão, tendo em vista os investimentos das empresas em busca destes profissionais, o assistente social poderá atuar ainda nos seguintes setores da sociedade:

- Em associações, entidades e ONGs

- Na previdência social

- Na Política de Saúde (SUS e Saúde)

- Em unidades prisionais

- Ministério Público e Vara da Infância e Juventude

- Órgãos de desenvolvimento habitacional

- Empresas privadas e de prestação de serviço

- Na educação, em particular a municipal

- Pesquisa

- E muitas outras!

Para isso, todas as disciplinas, oficinas e outros componentes curriculares do curso de Serviço Social da Toledo Prudente Centro Universitário estão voltados para possibilitar a construção, pelo aluno, de um conhecimento crítico da sociedade moderna e das relações sociais de produção e reprodução da vida social.

Entre as principais atividades do cotidiano do Assistente Social estão: formular e executar políticas públicas; elaborar e avaliar planos, programas e projetos sociais; realizar pesquisas que sirvam de subsídio para tomada de decisão das políticas assistenciais; prestar assessoria e consultoria a órgãos públicos e empresas; realizar visitas, perícias técnicas, laudos e pareceres; exercer funções de direção em organizações públicas e privadas; realizar estudos sócio-econômicos para identificação de demandas e necessidades sociais.

Outra importante fonte de network e aprendizado, são os estágios supervisionados. Por meio deles, os alunos têm contato com o cotidiano dos profissionais de diversas áreas. Isso faz toda a diferença quando os alunos se lançam no mercado. Os estágios contam com uma supervisão acadêmica atuante, que acompanha o desenvolvimento dos alunos e interage com seus gestores.

Diferenciais da Toledo Prudente

O curso de Serviço Social da Toledo Prudente forma profissionais baseados nas Diretrizes Curriculares do curso e totalmente articulada com o Comitê de Ética do Assistente Social, os conselhos regionais de Serviço Social e as demandas do mercado de trabalho.

Dessa forma, o bacharel em Serviço Social do Centro Universitário adquire importantes competências que irão diferenciá-lo de outros profissionais. Entre elas, pode-se destacar o espírito investigativo e operativo, capaz de produzir conhecimento e ação; formação generalista que permite o profissional associar conhecimentos básicos às especificidades do campo profissional; capacidade propositiva e criativa compromissada com o projeto ético da profissão e outros.

Outro diferencial do curso corresponde as oficinas de Serviço Social, Família, Sociojurídica, Violência, Saúde, Educação, Previdência Social, Assistência Social e Sistema Penitenciário.

As oficinas de formação profissional são espaços pedagógicos, estratégicos, que propiciam a interdisciplinaridade e abordam, primordialmente, o trabalho profissional do assistente social, por meio de demandas postas à profissão. Elas organizam-se por temáticas específicas, recortadas das demandas regionais, estaduais e nacionais.

Os professores de oficina proporcionam aos discentes a articulação entre as demandas imediatas, apresentadas no cotidiano, e as demandas sócio-históricas, postas à profissão pela mediação entre o cotidiano e o processo histórico.

As principais estratégias utilizadas nas oficinas são: exposição de conteúdos, com enfoque de problematização, para apresentação das temáticas; pesquisa bibliográfica pelos discentes; elaboração de textos e artigos científicos; debates; mesa redonda; painel; exposição oral; palestras com profissionais convidados; filmes; realização de visitas monitoradas e entrevistas.

A organização e a articulação de todos os conteúdos buscam ainda, capacitar esses profissionais para ler e apreender qualquer realidade social, especialmente, aquelas circunscritas aos campos de trabalho do assistente social e, a partir dessa apreensão, elaborar estratégias interventivas com vistas a transformar demandas sociais, nas quais atua. Tanto a apreensão da realidade como a intervenção, nesta, utilizam como meio processos de gestão social, ferramentas gerenciais e tecnológicas, assim como formas de produção de conhecimento. A formação é generalista, embora com foco no mercado local, prepara alunos para atuarem em qualquer região do Estado de São Paulo ou do país.

Integrado ao Projeto Toledo 4.0 Prudente, o curso proporciona aos alunos uma formação empreendedora, tecnológica e inovadora. É o caso de um projeto realizado com a feira livre de Presidente Prudente, que tem como objetivo desenvolver uma campanha contra o trabalho infantil no local.

Perfil

Sobre o curso de Serviço Social, é possível afirmar que ele conduz o aluno para uma formação generalista, com ênfase no processo propositivo e interventivo no âmbito da expressão da questão social e suas expressões.

O bacharel em Serviço Social é um profissional que atua nessas expressões, formulando e implementando propostas para seu enfrentamento, por meio de políticas sociais públicas, empresariais, de organizações da sociedade civil e movimentos sociais.

Para essa atuação inconfundível e efetiva, o assistente social formado pela Toledo Prudente tem amplo conhecimento da conjuntura ideo-político e cultural que permeia os setores que executam políticas sociais públicas e das organizações não governamentais que atuam em parcerias com o setor público.

Esse profissional tem ainda a capacidade de detectar, propor, intervir e produzir conhecimentos acerca desta realidade, sem segregá-la das questões conjunturais ou estruturais próprias da questão social em si.

O pensamento crítico também constitui o perfil dos alunos e profissionais de Serviço Social. Essa capacidade, além de oferecer as possibilidades para que o egresso venha, no exercício profissional, compromissar-se com os valores fundamentais do Serviço Social, de forma a dirigir seu projeto profissional na mesma direção social do projeto ético-político da profissão, permite também, desenvolver a autonomia do aluno como sujeito social que tenha auto capacitação como compromisso ético-político.

Últimas notícias

últimas blog

  • 5 filmes para você se inspirar e fazer Serviço Social

    Na semana passada, começamos a falar sobre a contribuição da arte para a educação, sobretudo, para a formação dos Assistentes Sociais. Como havia prometido, vou continuar falando sobre a arte cinematográfica...


  • Serviço Social e Arte: expressões da questão social pelo cinema

    Arte cinematográfica tem aumentado cada vez mais as possibilidades de se adquirir conhecimento e é atualmente uma ferramenta importante de ensino. O cinema, através dos filmes fazem parte do cotidiano de nossas vidas. Além de entreter, os filmes também podem oportunizar o debate sobre assuntos de relevância e interesse, alcançando diversas camadas populares.


  • Depois que terminar o curso, o Assistente Social continua estudando?

    Essa resposta não é apenas aos alunos de Serviço Social, mas para todos aqueles que desejam uma carreira de sucesso. O ensino continuado faz parte da rotina de um profissional...


  • Assistente Social e a sua proximidade com a realidade

    Por ser tratar de profissionais que estudam a realidade social brasileira e trabalham, em sua maioria, diretamente com a população, assistentes sociais podem ser importantes fontes de informação, inclusive para a imprensa...


  • Serviço Social na área da saúde

    A Política de Saúde foi um dos primeiros campos de trabalho do assistente social e ainda é uma área em expansão. Trataremos aqui sobre a saúde pública, ou seja, sobre o Sistema Único de Saúde, o SUS, como campo de trabalho do assistente social. ..


Ver todas

corpo docente

nota enade

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) avalia o rendimento dos alunos dos cursos de graduação, ingressantes e concluintes, em relação aos conteúdos programáticos dos cursos em que estão matriculados

O exame é obrigatório para os alunos selecionados e condição indispensável para a emissão do histórico escolar. A primeira aplicação ocorreu em 2004 e a periodicidade máxima da avaliação é trienal para cada área do conhecimento.

Valores Referentes a 2018

Período Termo Investimento
Noturno 1º e 2º R$ 952,20
Noturno 3º e 4º R$ 952,20
Noturno 5º e 6º R$ 910,60
Noturno 7º e 8º R$ 911,46

Período Termo Investimento
Noturno 1º e 2º R$ 761,80
Noturno 3º e 4º R$ 704,60
Noturno 5º e 6º R$ 580,00
Noturno 7º e 8º R$ 580,58

Saiba mais sobre aBOLSA DE RESPONSABILIDADE SOCIAL
- Concedida exclusivamente a alunos regulares do Curso de Serviço Social
- Percentual: 20%. Não se aplica a disciplinas cursadas como dependência
- Contrapartida: participação em projetos sociais desenvolvidos pela Toledo Prudente ou Prefeituras conveniadas com a IES e pagamento pontual das mensalidades
- Abrangência: matrículas, rematrículas e mensalidades

Disciplinas Termo C / H
Comunicação e Expressão I 1 30
Economia I 1 30
Filosofia I 1 30
Formação Sócio-Histórica do Brasil I 1 60
Fund. Hist. e Teo-Met. do S. Social I 1 30
Oficina de Serviço Social 1 30
Questão Social 1 30
Sociologia I 1 60
Comunicação e Expressão II 2 30
Economia II 2 30
Filosofia II 2 30
Formação Sócio-Histórica do Brasil II 2 60
Fund. Hist. e Teo-Met. do S. Social II 2 30
Oficina sobre Família 2 30
Questão Social e Regionalidade 2 30
Sociologia II 2 60
Classes e Movimentos Sociais I 3 30
Direito e Legislação Social I 3 30
Fund. Hist. e Teo-Met. do S. Social III 3 60
Metodologia do Trabalho Científico I 3 30
Oficina sobre Violência 3 60
Política Social I 3 60
Teoria Política I 3 30
Classes e Movimentos Sociais II 4 30
Direito e Legislação Social II 4 30
Fund. Hist. e Teo-Met. do S. Social IV 4 60
Metodologia do Trabalho Científico II 4 30
Oficina Sociojurídica 4 60
Política Social II 4 60
Teoria Política II 4 30
Estágio Supervisionado I 5 105
Ética Profissional Em Serviço Social I 5 60
Gestão Social I 5 30
Instrum. e Met. p/ o Trab. Social I 5 30
Oficina de Saúde 5 60
Política Social III 5 30
Psicologia I 5 30
Supervisão Acadêmica I 5 30
Trabalho e Processo de Trabalho I 5 30
Estágio Supervisionado II 6 105
Ética Profissional em Serviço Social II 6 60
Gestão Social II 6 30
Instrum. e Met. p/ o Trab. Social II 6 30
Oficina de Educação 6 30
Oficina de Previdência Social 6 30
Política Social IV 6 30
Psicologia II 6 30
Supervisão Acadêmica II 6 30
Trabalho e Processo de Trabalho II 6 30
Estágio Supervisionado III 7 105
Gestão de Pessoas I 7 30
Gestão Social III 7 60
Oficina de Assistência Social 7 60
Pesquisa em Serviço Social I 7 30
Processo de Trabalho e Serviço Social I 7 60
Sistemas de Informação I 7 30
Supervisão Acadêmica III 7 30
Trabalho de Curso I 7 30
Estágio Supervisionado IV 8 105
Gestão de Pessoas II 8 30
Gestão Social IV 8 60
Oficina sobre o Sistema Penitenciário 8 30
Pesquisa em Serviço Social II 8 60
Processo de Trabalho e Serviço Social II 8 60
Sistemas de Informação II 8 30
Supervisão Acadêmica IV 8 30
Trabalho de Curso II 8 30
NOTURNO
  1ª Aula
19h00
2ª Aula
19h50
3ª Aula
21h00
4ª Aula
21h50

Juliene Aglio de Oliveira

- Graduada em Serviço Social, pelas Faculdades Integradas “Antônio Eufrásio de Toledo;
- Mestre em Políticas Sociais e Serviço Social, pela Universidade Estadual de Londrina (UEL).
É assistente social, lecionou na UNIGRAN em Dourados e coordenou o núcleo de extensão na mesma universidade até 2006. Tem experiência na realização de diagnósticos sociais. Atuou na Prefeitura Municipal de Tarabai, como técnica em pesquisa do Projeto Conhecer para Transformar. Foi Gestora de Estágios do Núcleo de Estágio e Emprego da Toledo (NEET) até 2008. 

Horário

de atendimento

agende um horário

  SEGUNDA TERÇA QUARTA QUINTA SEXTA
Manhã 08:30 - 12:30 - 08:30 - 12:30 - -
Tarde - - - 13:45 - 19:00 -
Noite - 18:00 - 21:00 - - -

Sistema de Avaliação de Aprendizagem

Frequência escolar
É condição para aprovação do aluno, a sua presença a pelo menos 75% (setenta e cinco por cento) das aulas e às demais atividades programadas. É vedado ao aluno o abono de faltas, salvo nos casos previstos em lei.
 
Aproveitamento escolar
O aproveitamento do aluno, no semestre, será aferido por meio de uma prova, individual e escrita,  expressa em nota com grau numérico variando de zero a sete mais a pontuação referente a outras atividades, a critério do professor,  valendo de zero a três, perfazendo um total de dez pontos, ou seja,  
Prova de 0 a 7,0 + atividades (0 a 3)
 
Critério de aprovação
Será aprovado o aluno que obtiver aproveitamento (nota da prova+atividades), no semestre,  igual ou superior a 7,0 (sete) e freqüência mínima de 75%. 
 
OBS:1) É promovido ao termo seguinte o aluno aprovado em todas as disciplinas cursadas, admitindo-se ainda a promoção com dependências.   
         2) Caso o aluno não atinja a nota 7,0 (sete) , no semestre, deverá se submeter a exame final conforme segue:
 
Exame final
O aproveitamento do exame final será expresso em nota com grau numérico variando de zero a dez.
O aluno com freqüência igual ou superior a 75% (setenta e cinco por cento) e com nota de aproveitamento, no semestre, entre 3,0 e 6,99,  deve submeter-se a exame final. A nota mínima para aprovação no exame será  a média 5,0 (cinco), resultante da média aritmética entre o aproveitamento do semestre (nota da prova +atividades) e o exame final, considerada a média de aproveitamento final.
 
Aluno aprovado
Exemplo: Nota da prova+ atividades,  no semestre= 6,0 (seis) 
                 Nota do exame final                               = 4,0 (quatro)
                 Total                                                       =10,0 : 2= média 5,0 (cinco) 
 
Média final = 5,0 (aprovado com a média mínima) 
 
Critério de reprovação
1) Independentemente dos resultados obtidos pelo seu desempenho, será considerado reprovado na disciplina o aluno que não tiver comparecido a pelo menos 75% (setenta e cinco por cento) das aulas e demais atividades.
 
2) Será considerado reprovado o aluno que obtiver aproveitamento (nota da prova + atividade), no semestre,  inferior a 3,0 (três).
 
3) Será considerado reprovado o aluno que, tendo realizado o exame final, não conseguir média cinco, nota mínima exigida para aprovação com exame final.
Exemplo: Nota da prova + atividades, no semestre = 6,0  (seis)
                 Nota do exame final                                 = 2,0   (dois)
                 Total                                                          = 8,0 : 2= 4,0 (quatro)                   
 
Aluno reprovado: Média final = 4,0 (não obteve média final mínima de 5,0, após a realização do exame final).
 
Prova repositiva
Ao aluno que deixar de comparecer a prova (0-7,0), é permitida a realização de uma prova repositiva de cada disciplina, por semestre, valendo de zero a 7,0 (sete),  desde que requerida dentro do prazo de 5 (cinco) dias úteis antes da sua realização, que ocorrerá ao final de cada  semestre letivo. A nota obtida nas atividades  (0-3,0) deverá ser somada nesse momento. 

 

APRESENTAÇÃO

De acordo com o Art. 1º da RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Nº 02 DE 28 DE JUNHO DE 2017:

 

Compreende-se como atividade complementar dos cursos de graduação do CENTRO UNIVERSITÁRIO ANTÔNIO EUFRÁSIO DE TOLEDO DE PRESIDENTE PRUDENTE, toda e qualquer atividade não incluída nas práticas pedagógicas previstas no desenvolvimento regular das disciplinas da matriz curricular do curso, desde que adequadas à formação acadêmica e ao aprimoramento pessoal e profissional do futuro formando. 

 

 

Estão sujeitos ao cumprimento das Atividades Complementares todos os discentes, devidamente matriculados, como condição para a obtenção de aprovação final no curso e colação de grau. (RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Nº 02 DE 28 DE JUNHO DE 2017, art. 7º). Cada curso estabelece uma carga horária mínima a ser acrescentada à carga horária sub-total, conforme o quadro a seguir:

 

Curso

Carga horária

Administração

300h

Arquitetura e Urbanismo

180h

Ciências Contábeis

300h

Direito

280h

Economia

180h

Engenharia Civil

180h

Engenharia de Produção

180h

Gestão Financeira

100h

Marketing

100h

Serviço Social

240h

Sistemas de Informação

300h

 

As atividades Complementares deverão ser realizadas nas seguintes modalidades:

• Ensino;

• Pesquisa;

• Extensão.

 

Somente são objeto de pontuação as atividades constantes nos itens apresentados na Tabela de Atividades Complementares. Para obter informações mais específicas, consulte a tabela de seu curso:

 

Administração;

Arquitetura e Urbanismo;

Ciências Contábeis;

Direito;

Economia;

Engenharia Civil;

Engenharia de Produção;

Gestão Financeira;

Marketing;

Serviço Social;

Sistema de Informação.

 

Não serão computadas as atividades realizadas em período anterior ao início das aulas do 1º termo do curso de graduação, bem como aquelas cumpridas no período em que o aluno estiver com sua matrícula trancada, ou inativo por qualquer outra razão. (RESOLUÇÃO PRÓ-REITORIA ACADÊMICA Nº 02 DE 28 DE JUNHO DE 2017, art. 14º).

 

O atendimento aos alunos para consulta e esclarecimento de dúvidas será:

 

 

  • Às segundas, terças e quartas-feiras, das 08h às 12h e das 13h às 17h (c/ Mariana Custódio);
  • Às quintas-feiras, das 08h às 13h (c/ Mariana Custódio);
  • Às sextas-feiras, das 12h30 às 16h30 e das 17h30 às 21h30 (c/ Mariana Custódio);
  • Aos sábados, das 09h às 12h (c/ Mariana Custódio).
  • De segunda à sexta-feira: das 18h00 às 22h00 (c/ Fernanda Oliveira – Secretária de Coordenação de Cursos).

 

 

Fone: (18) 3901-4000/(18) 99693-8222  – Ramais: 3989 (segunda e quinta-feira: ramal 3935 ) - Mariana Custódio ou 3916 - Fernanda Oliveira

e-mail: pos.analista@toledoprudente.edu.br

Coordenadora de Atividades Complementares: Mariana Custódio

Autorização: Portaria nº 470, de 27 de junho de 2008, publicada no D.O.U. de 30 de junho de 2008.
Reconhecimento:  Portaria n° 213, de 17 de maio de 2013, publicada no D.O.U. de 21 de maio de 2013.
Renovação de Reconhecimento: Portaria nº 1091, de 24 de dezembro de 2015, publicada no D.O.U. de 30 de dezembro de 2015.
Renovação de Reconhecimento: Portaria nº 134, de 01 de março de 2018, publicada no DOU de 02 de março de 2018

Depoimentos Alunos