No mês de junho de 2017, alunos do curso de Direito da Toledo Prudente aprovaram um parecer jurídico na Corte Interamericana de Direitos Humanos em resposta a uma consulta sobre direito dos asilados, realizada pelo presidente do Equador, Rafael Correa.
 
A novidade é que dois dos alunos que participaram da elaboração do documento oficial, embarcarão para a Costa Rica no dia 22 de agosto para fazer a defesa do parecer jurídico produzido pela equipe.
 
Guilherme de Oliveira Tomishima cursa o 8º termo e conta que para ele, a experiência de auxiliar na produção do parecer jurídico e agora ir até a Costa Rica fazer a sustentação oral, será única. 
 
“Participamos de vários debates que nos levaram a ter diferentes conclusões sobre o tema asilo político, mas sempre tendo como objetivo a proteção dos Direitos Humanos.
 
Para ele, o fato da Corte ter aceitado o parecer dos alunos, demonstra foi feito um bom trabalho, pois foram poucas instituições no Brasil que obtiveram a aprovação do documento.
 
Gabriel D`Arce Pinheiro Dib está no 2º termo e falou da experiência de ter ingressado tão recentemente no curso e já despontar para uma vivência internacional.
 
“Sou extremamente grato à Toledo Prudente por esta experiência e enfatizo a importância da participação dos alunos desde o ingresso no curso nos grupos de estudos, pois essa conquista teve início em um destes encontros”, comenta.
 
A sustentação oral dos alunos Guilherme de Oliveira Tomishima e Gabriel D`Arce Pinheiro Dib (foto 1) ocorrerá nos dias 24 e 25 na cidade de São José, na Costa Rica.
 
A apresentação ocorrerá para a Corte Interamericana, que é formada por juízes indicados pelos Estados Membros da Organização dos Estados Americanos (OEA).
 
Apenas 6 organismos internacionais, nacionais e estatais, além de instituições de ensino superior do Brasil aprovaram pareceres em resposta a Corte Interamericana de Direitos Humanos. E a Toledo Prudente está no seleto grupo, conforme abaixo:
 
-Defensoria Pública da União do Brasil
-Toledo Prudente Centro Universitário
-Faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro 
-Clínica de Direitos Humanos e Direito Ambiental da Universidade do Estado do Amazonas
-Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo - USP
-Centro de Direito Internacional (CEDIN)
 
Participaram da produção do parecer jurídico os alunos (foto 2): Caio Felício da Cunha, Lucas Rocha Bragato, Gabriel Darce Pinheiro Dib, Isabela Esteves Temporim, Daniela Fachiano Nakano, Gustavo Martinez Borges, Nicolas Dourado Galves Alves, Bruno Boigues Pittioni Domingos, Gabriela Silva Teixeira da Rocha, João Pedro Gindro Braz, Felipe Cesar Samogim, Jéssica Caroline Pauka Rasera, Gabriel Teixeira Santos, Guilherme de Oliveira Tomishima, Daniely Ganef Slobodticov, Henrique Miuki Koga Fujiki, Bianca Tamiris Misuzaki, Felipe Augusto Rodrigues de Mello, Gustavo Tavares Guedes, Marcos Augusto Espinhosa Coladello e Ellen Akemy Kuroce.