Você já ouviu falar do Projeto Toledo 4.0 Prudente? 
 
Toledo 4.0 Prudente é um projeto institucional construído em decorrência do momento atual, pensando na formação do perfil das novas gerações e no perfil do egresso que se pretende formar, acrescentando à missão e aos valores da instituição três novos pilares:
tecnologia, inovação e empreendedorismo.
 
O Toledo 4.0 Prudente consiste, basicamente, em uma mudança de cultura organizacional, por meio da qual o ensinar e aprender nessas novas frentes: tecnologia, inovação e empreendedorismo, permearão as ações, do corpo docente, gestores e pessoal técnico-administrativo da Toledo Prudente, com objetivo de formar egressos preparados para atuar nesse novo mundo digital e exponencial. São norteadores desse processo, algumas palavras-chave: reinvenção, exponencial, disrupção, integração de pessoas, ideias, simplicidade, conexão e colaboração.
 
Segundo a reitora da Toledo Prudente Centro Universitário, Zelly Pennacchi Machado, o objetivo do projeto é que todos os alunos Toledo Prudente estejam preparados para atuar em um novo mundo digital.  
 
“Além disso, todas as ações dos gestores, corpo docente e pessoal técnico-administrativo serão reflexo dessa mudança cultural”, comenta.
 
Pensando nisso, em 2019 a Toledo Prudente Centro Universitário lançará as Trilhas TIE – Tecnologia Inovação e Empreendedorismo.
 
Mas, o que são as Trilhas TIE?
 
As trilhas se pautam por caminhos alternativos e flexíveis para promover o desenvolvimento das pessoas e por conta disso, devem envolver níveis e graus diferenciados de aprendizagem e conhecimento.
 
Para estruturar os níveis de complexidade das trilhas, deve-se pautar no grau crescente de habilidades cognitivas, sempre partindo da mais simples para a mais complexa em termos de profundidade do aprendizado.
 
O coordenador do projeto, Luis Isique enfatiza que as trilhas TIE agregam inovação tecnológica e diferenciação, já que vão preparar o aluno não apenas para ser um profissional de excelência, mas também para empreender com suas ideias para fazer a diferença no mercado. 
 
Alunos ingressantes dos cursos de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Gestão Financeira, Marketing, Serviço Social e Sistemas de Informação terão em sua programação 2019 as trilhas TIE – Tecnologia, Inovação e Empreendedorismo.
 
Assim, serão oferecidas aos alunos, trilhas de aprendizagem fundamentadas no DNA Toledo Prudente, na 4ª Revolução Industrial, além das habilidades e competências exigidas do profissional do futuro por meio da oportunidade de flexibilização das matrizes curriculares da instituição de ensino superior.
 
Todos os alunos dos cursos da Toledo Prudente terão acesso às Trilhas TIE?
O projeto será desenvolvido apenas com alunos ingressantes dos cursos de Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Contábeis, Engenharia Civil, Engenharia de Produção, Serviço Social, Sistemas de Informação Gestão Financeira e Marketing.
 
Quando as Trilhas TIE serão introduzidas na Toledo Prudente?
Já a partir do primeiro semestre de 2019. As turmas serão formadas por alunos de vários cursos, cujo foco é o desenvolvimento do perfil Toledo 4.0 Prudente, independentemente da área de formação.
 
Mas, o que serão abordadas nas Trilhas TIE?
Durante as trilhas, serão realizadas atividades que possibilitem o desenvolvimento de competências nos alunos, como: 
 
Tecnológicas: Noções de programação; fluência em dispositivos móveis, conectividade e usabilidade de sistemas; cultura digital e maker; aspectos de nuvem e cibersegurança; noções sobre análise de dados.
 
Inovadoras: Questionamento sobre o mundo; observação e escuta; associação de conceitos e situações; análise de possibilidades e networking; trabalho em rede; trabalho e aprendizagem colaborativa; experimentação; análise de viabilidade e propostas integráveis.
 
Empreendedoras: Independência e autoconfiança; pesquisa, planejamento, monitoramento e análise sistemáticos; comprometimento e persistência; decisões e realização de atividades.
 
Mas, na prática, o que vai ocorrer?
As trilhas serão projetadas para desenvolver competências, por isso não se limitam a exposição de conteúdos. Isso significa que ao final de cada trilha, o aluno estará apto a criar e executar algo novo. Ao final do quarto semestre, as equipes terão uma empresa de base tecnológica (startup) formalizada com um produto mínimo viável testado, pronto para ser comercializado. A cada semestre os mentores (professores) irão conduzir as equipes para criar, melhorar, testar, mudar (se necessário) e introduzir o negócio no mercado.
 
Os professores mediadores destas trilhas serão:
 
Tecnologia – Alisson Fernando Coelho do Carmo – Cientista da Computação. Mestre e doutorando em Ciências Cartográficas na área de Sensoriamento Remoto aplicado à análise ambiental. Aficionado por tecnologia, com experiência em pesquisa científica e desenvolvimento de projetos em processamento de imagens hiperespectrais, análise e gerenciamento de big data, machine learning, visual analytics, integração de sensores e realidade virtual.
 
 
 
Inovação – Gustavo Francisco Rosalin Saraiva – Biólogo. Mestre em Cs. Biológicas. Doutor em Agronomia. Experiência em pesquisa e inovação onde trabalhou com temas como Ecofisiologia sistêmica e Inteligência e cognição em plantas. CEO de uma empresa de consultoria em Inovação para a Agricultura e CEO da startup Stresscan que desenvolve soluções tecnológicas para a agricultura (startup que recebeu o apoio do projeto PIPE da FAPESP).
 
 
Empreendedorismo – Luis H.R. Isique – Tecnólogo em Processamento de Dados e Técnico Eletroeletrônico. Mestrando em Informática. Especialista em Tecnologia da Informação e Especialista em Gerenciamento de Projetos. Empreendedor na #StartupRealize e na #IncubadorasdoBrasil. Consultor e Analista de Novos Negócios e Inovação Tecnológica para empresas públicas e privadas. Já organizou diversos eventos sobre Inovação Tecnológica e Empreendedorismo na cidade e região. Ajudou a criar dezenas de novos negócios de base tecnológica vindos de TCCs, ideias e necessidades empresariais e enviar à investidores e processos de aceleração. Ama correr de Kart e estudar sobre novos negócios e novas tecnologias.
 
 
Assessor de Inovação Tecnológica (LAP) - Eli Candido Junior - Cientista da Computação. Mestrando em Educação. Especialista em Gestão Estratégica em EaD e Especialista em Desenvolvimento de Sistemas Web. Professor, Assessor de Inovação Tecnológica do Laboratório de Apoio Pedagógico e Coordenador do Núcleo de Educação a Distância da Toledo Prudente Centro Universitário
 
 
Veja como ficarão os espaços para os trabalhos das trilhas TIE